Piauí

Hotéis e Pousadas Imóveis para Temporada

Emoção, Beleza e Cultura. O turismo no Estado, além das belezas naturais reconhecidas de suas praias, oferece o que não se encontra em nenhum outro ponto do Pais: mistérios, emoções, aventura nas "Sete Cidades Encantadas", nas Grutas da Serra da Capivara, com Sítios Arqueológicos de incalculável valor histórico, e apresenta, ainda, cidades que ficaram famosas, entre elas Oeiras, por ter sido a primeira Capital e ainda hoje guardar os seus antigos casarões, testemunhos da história Piauiense.

Principais Destinos

Outras cidades

A capital, Teresina.

Teresina é uma cidade abraçada por dois rios. Da Serra das Mangabeiras, na fronteira com o Estado de Tocantins, desce o Parnaíba, o segundo maior rio do Nordeste, depois do São Francisco. Da Serra da Joaninha, no Ceará, vem o Poti. Os dois se abraçam no bairro Poti Velho, fenômeno este denominado Encontro das Águas. Contradizendo a crença de que o raio não cai duas vezes no mesmo lugar, Teresina é a terceira cidade, em todo o mundo, onde mais acontecem seqüências de descargas atmosféricas de grande intensidade. Isso justifica por que os mais antigos moradores da região chamavam de Chapada do Corisco o local onde a cidade começou a ser traçada, a partir de 1852. Teresina nasceu urbanisticamente moderna. Foi uma das primeiras cidades do Brasil em que o projeto chegou antes da ocupação do espaço urbano.


Litoral do Piauí

Com apenas 66 km de extensão, o litoral do Piauí, abrangendo os municípios de Parnaíba, Luis Correia, Ilha Grande e Cajueiro da Praia, é, como alguns já começam a chamar, "uma pequena grande Costa". Embora seja o menor do Brasil, é marcado em seu extremo pelo único delta das Américas em mar aberto, o Delta do Parnaíba. Este rio banha vários municípios Piauienses, ao longo dos seus 1.485 quilômetros, formando praias fluviais, e na sua foz, ao desaguar no oceano Atlântico, forma um arquipélago com 2.700 quilômetros quadrados de área, subdividindo-se em cinco ramificações: Igaraçu, Canárias, do Caju, da Melancieira e Tutóia. A partir daí, surgem igarapés, mangues, dunas de areias brancas, lagos e mais de setenta ilhás e ilhotas, enriquecidas também com os mais diferentes tipos de animais silvestres.
As praias do litoral Piauiense apresentam-se como as mais desconhecidas e belas da Costa brasileira, com a limpidez de suas águas e a manutenção de condições bem primitivas de suas paisagens naturais. A 15 quilômetros da cidade de Parnaíba, segunda maior cidade do Estado, está a praia da Pedra do Sal, com 24 quilômetros de extensão (situada na Ilha Grande de Santa Isabel, a maior e mais importante ilha, formada pelo delta do rio Parnaíba), cujo pontal, no extremo oeste, faz divisa com o Maranhão.
O restante do litoral Piauiense, 42 quilômetros, pertence aos municípios de Luis Correia e Cajueiro da Praia. É aí que está a praia do agito do Piauí: Atalaia, que possui hotéis, bares, barracas onde se servem tira--gostos de peixe, camarão, caranguejo e deliciosa água de coco. A seguir, vem a praia do Coqueiro, ideal para os que preferem a tranqüilidade. Mas se a preferência são praias selvagens, as ideais são, a partir da metade do oeste, na divisa com o Maranhão, Itaqui, Arrombado, Carnaubinha, Maramar, Macapá, Barra Grande, Barrinha, Sardi, Morro Branco e, finalmente, Cajueiro da Praia, que deu nome ao município.


Delta


Tudo isso faz parte do Delta do Parnaíba. É o próprio delta que se constitui num verdadeiro santuário ecológico de rara beleza. As "Sete Cidades Encantadas" são formações rochosas distintas que lembram pequenas comunidades, avenidas, praças ou blocos isolados que adquiriram aspectos de ruínas, resultando em imensas e curiosas formas como o "elefante", a "tartaruga", o "arco-do-triunfo", a "cabeça-do-rei", a "biblioteca" e outras. Tudo envolto num clima de magia e mistério, espalhado no meio da vegetação, onde o verde-cinza claro-escuro das rochas oferece à contemplação do visitante um quadro pitoresco da mais linda perspectiva.


Parque Nacional de Sete Cidades

Parque Nacional de Sete Cidades, localizado nos municípios de Piracuruca e Piripiri, no norte do Estado, puma extensão de 6.303 hectares de fauna e flora ricos de pura fantasia. Dista de Teresina 190 km por rodovia asfaltada. Em Sete Cidades, o visitante encontrará grutas e inscrições rupestres, com predominância de desenhos ainda não convenientemente decifrados, que levaram estudiosos e leigos a especular sobre a hipótese de a região ter sido habitada por civilizações desenvolvidas em épocas remotas.Portanto, visitar Sete Cidades não será apenas um passeio gratificante, mas também uma experiência absolutamente inesquecível.


Serra da Capivara


O mundo todo se volta hoje para a prática do turismo inteligente, de pesquisas, informações, reforçado pela televisão, computador (internet), etc. É o turismo ecológico que cresce a cada dia, realizado por um número cada vez maior de pessoas interessadas em conviver com a natureza em sua forma plena e aprender com os estudos e descobertas arqueológicas. A área é a Serra da Capivara, no sudeste do Piauí, nos municípios de Coronel Jose Dias, São Raimundo Nonato e São João do Piauí, a 530 quilômetros da cidade de Teresina, cujos achados arqueológicos também comprovam presença extremamente antiga do homem na região há 45 mil anos.

O Parque Nacional Serra da Capivara é uma área que abrange um ou mais ecossistemas, criado e mantido pelo Governo Federal com o objetivo de resguardar atributos excepcionais da natureza, onde se procura conciliar a proteção da flora, da fauna, das belezas cênicas e dos valores históricos e culturais, com sua utilização para fins educativos, científicos e recreativos. Foi criado em 1979, com a finalidade também de proteger os sítios rupestres e as extensas zonas de caatinga primaria.


Oeiras

Oeiras foi, conforme algumas opiniões, um arraial de índios domésticos para defesa de fazendas e lavouras assediadas por silvícolas bárbaros que habitavam o Norte. Segundo outras opiniões, nasceu do desenvolvimento de uma fazenda a partir da construção da Capela de Nossa Senhora da Vitória, a primeira construída no Piauí. Em torno dela, a população cresceu, dando origem à Vila do Mocha que, pouco tempo depois, passou a cidade com o nome de Oeiras, cuja importância maior, diferenciada de outras cidades, é que se tornou, além de cidade, a primeira capital do Estado.

Guarda fortes marcas de história, cultura e religiosidade. Representa com mais intensidade a história do povo Piauiense, principalmente nos monumentos, conjuntos de prédios considerados verdadeiras obras de arte. Dentre eles destaca-se a Igreja Catedral de Nossa Senhora da Vitória, monumento tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. As Igrejas de Nossa Senhora da Vitória, Nossa Senhora do Rosário, Nossa Senhora da Conceição, o Museu de Arte Sacra, a Pousada do Cônego, a Casa da Pólvora, a Casa das Armas, o Sobrado dos Ferraz e muitos outros fazem parte desse antigo e interessante conjunto arquitetônico da arte barroca. No aspecto religioso, a Semana Santa de Oeiras é o maior e mais tradicional evento religioso do Piauí, que se alia a uma arquitetura clássica para dar vida ao passado.


Agradecimentos: PIEMTUR - Piauí Turismo (Autarquia Estadual).

Fotos Piauí

Panoramio Fotos são protegidas por direitos autoriais por seus proprietários.

Vídeo Piauí