Cuiabá (Mato Grosso)

Hotéis e Pousadas

Cuiabá tem posição geográfica privilegiada, é o Centro Geodésico da América do Sul.
A demarcação ganhou um monumento que é a marca turística oficial da cidade. Cuiabá é também conhecida como Portal da Amazônia e Portal do Pantanal, dois importantes biomas brasileiros e reconhecido roteiro ecoturístico.



Mapa

A cidade tem acesso rápido à Chapada dos Guimarães, Nobres, Jaciara e todo Cerrado mato-grossense, região de muitos atrativos naturais como grutas, cavernas, cachoeiras e águas termais.

A diversidade cultural de Cuiabá começou na época do “Ciclo do Ouro”, no século XVIII, que estimulou o fluxo migratório. Vindos de todas as partes do País, os migrantes ocuparam as terras mato-grossenses em um processo que ficou conhecido como “Marcha para o Oeste”.

Cuiabá esteve isolada entre três ecossistemas, Pantanal, Amazônia e Cerrado. Com o fim da Guerra do Paraguai e a livre negociação, na segunda metade do século XIX, a cidade ganha força com obras de infra-estrutura e equipamentos urbanos. A partir dos anos 70 a cidade tem um crescimento significativo, o Governo Federal inicia um programa de povoamento do interior do País, oferecendo vantagens para os interessados. Em cinco anos, a população passou de 83 mil para 127 mil pessoas.

Chamada Capital Verde de Mato Grosso, Cuiabá está localizada a uma altitude de 165m, tem um dos climas mais quentes do país, a mínima varia entre 12ºC e 14ºC, nos dias mais quentes, fica em torno de 45º C. O clima tropical úmido no verão (dezembro a fevereiro) e seco no inverno (junho a agosto).

O município divide águas das Bacias Amazônica e Platina. Entre os principais rios dessas redes hidrográficas estão o Cuiabá e o das Mortes.

Cuiabá se prepara para outro surto de crescimento. Entre a implantação de vários grandes projetos estão: a ligação ferroviária com o Porto de Santos, pavimentação da rodovia Cuiabá-Santarém, a BR-163, a saída rodoviária para o Oceano Pacífico, a hidrovia do Paraguai, a Usina de Manso, a Termoelétrica e o Gasoduto.

Como chegar

As rodovias federais de acesso a Cuiabá são: BR 364 - liga a sudeste aos Municípios do estado de São Paulo (SP) e a nordeste com Porto Velho (RO) e Rio Branco (AC);
BR 163 - liga pelo sul o município com Campo Grande (MS), São Paulo e a Região Sul do Pais e pelo norte com Santarém (PA);
BR 070 - liga a oeste o município com Cáceres (MT) e a leste com Brasília (DF).
As rodovias estaduais que se destacam são: MT 010 - liga Cuiabá À Guia e Rosário Oeste; MT 040 - liga Cuiabá À Santo Antônio de Leverger; 
MT 251/020 - liga Cuiabá á Chapada dos Guimarães;

Acesso Via Aérea – São três os pontos estratégicos que fazem a Conexão Cuiabá com as demais regiões do Brasil.
Acesso Via Fluvial – Pode ser feita até a cidade de Cáceres situada numa das regiões mais privilegiadas do Pantanal Matogrossense, visto que ostenta uma das maiores potencialidades turísticas do nosso Estado, ou seja, a grandiosidade e a beleza do Rio Paraguai e seus afluentes distante à 209 km da capital.

Atrativos

Monumento do Centro Geodésico da América do Sul
Centro Histórico
Igreja Nossa Senhora do Bom Despacho
Basílica do Senhor Bom Jesus de Cuiabá
Grande Templo
Museu Rondon
Casa do Artesão
Palácio da Instrução
Aquário Municipal e Museu do Rio Cuiabá
Zoológico

Informações Úteis

Aeroporto Marechal Rondon: (65)3614-2510
Rodoviária: (65)3621-1040
Bancos: Real, Banco da Amazônia, BB, Bradesco, CEF, HSBC, Itaú, Rural,
Santander, Safra, Mercantil/BR, Sudameris, Unibanco.

Distâncias

Brasília: 1147km
Rondonópolis: 218km
Campo Grande: 694km
Goiânia: 936km

Agradecimentos: Ministério do Turismo.

Fotos Cuiabá

Panoramio Fotos são protegidas por direitos autoriais por seus proprietários.


Você esteve aqui?